logo

Copyright ©2018 REDLARA

Registro

Redlara: Registros Anuais

Foram reportados os resultados de 16.188 procedimentos de Reprodução Assistida iniciados no ano de 2000 por 98 centros pertencentes à REDE. A exemplo dos anos anteriores, foram incluídas algumas análises longitudinais de procedimentos realizados entre 1990 e 2000.           

Em 2000, a maioria dos centros participantes reportaram técnicas de Micromanipulação (90.8%) e Criopreservação (82.7%). Com relação a FIV, GIFT e outros, a Micromanipulação continua sendo a técnica mais utilizada, representando 70.9% das aspirações.          

A distribuição etária das mulheres tratadas nos últimos 3 anos não demonstrou variações significativas. Em 2000, as mulheres de < 35 anos representam 52.2% dos procedimentos de FIV e ICSI, enquanto que as mulheres de 35-39 e = 40 anos representam 37.7% y 14.1%, respectivamente.          

A taxa de implantação em FIV somente apresenta diferença significativa ao comparar-se mulheres < 35 e = 40 anos (p=0.04), enquanto que em ICSI as diferenças são significativas em mulheres < 35 anos em comparação a mulheres de 35-39 e > 40 anos (p<0.0001), e em mulheres de 35-39 anos vs mulheres > 40 anos (p<0.0001).          

Apesar da leve diminuição na taxa de gravidez (31.5% em 1999, 27.7% em 2000) e na taxa de implantação (12.9% em 1999 e 12.0% em 2000) em FIV e ICSI, houve um aumento na taxa de gestação múltipla (28.5% em 1999 vs 30.2% em 2000). Este aumento da proporção de gestação múltipla sugere que esses índices da população total não refletem na eficiência das mulheres que engravidaram.          

Para este ano, a média do número de embriões transferidos em mulheres < 35 anos é de 3.2, tanto para FIV como para ICSI, enquanto que em mulheres de 35-39 esta cifra diminui a 3.2 em FIV e 3.1 em ICSI. Em mulheres de =40 anos, se reporta uma média de 3.0 em FIV e 2.9 em ICSI. De um modo geral, não houve um aumento na média de embriões transferidos (3.2 embriões).          

A taxa de gravidez por transferência e taxa de parto com =1 recém-nascido vivo, por aspiração, foi de 27.7% e 19.2% em FIV; 27.1% e 17.6% em ICSI. As 8958 transferências de FIV e ICSI deram origem a 2622 nascidos vivos (1314 únicos, 956 gêmeos, 324 trigêmeos e 28 quadrigêmeos).          

Para obter o arquivo completo, clique aqui. 

Tudo sobre registro.

Registros anuais.

  • 2014 - (impresso)
  • 2013 - (impresso)
  • 2012 - (impresso)
  • 2011 - (PDF & impresso)
  • 2010 - (PDF & impresso)
  • 2009 - (PDF)
  • 2008 - (PDF & impresso)
  • 2007 - (PDF & impresso)
  • 2006 - (PDF & impresso)
  • 2005 - (PDF & impresso)
  • 2004 - (PDF & impresso)
  • 2003 - (PDF)
  • 2002 - (PDF & impresso)
  • 2001 - (PDF & impresso)
  • 2000 - (PDF & impresso)
  • 1999 - (PDF & impresso)
  • 1998 - (impresso)
  • 1997 - (impresso)
  • 1996 - (impresso)
  • 1995 - (impresso)
  • 1994 - (impresso)
  • 1993 - (impresso)
  • 1992 - (impresso)
  • 1991 - (impresso)
  • 1990 - (impresso)

Tem alguma dúvida?

Estamos a sua disposição.

ERB2